Fimose? Tenho que operar ? 🤔


Todo homem nasce com uma pele (prepúcio) que recobre a glande e tem função de proteger e umedecer o local.

Algumas influências culturais ou religiosas estimulam ou tornam "obrigatório" a realização do procedimento cirúrgico para a retirada do prepúcio = circuncisão ou postectomia.

Quando a cirurgia não é realizada na infância, as dúvidas costumam aparecer quando os meninos começam a frequentar banheiros ou vestiários.

"Eu tenho pele e o outro não tem ?"

"Meu pinto não é igual ao do meu amigo"

"Meu pinto é mais mole do que o do meu amigo"

"Essa pele me atrapalha?"

Os pais também possuem dúvidas em relação ao que fazer com o tal do prepúcio e vão protelando a consulta com o urologista até que o filho chegue na fase de iniciação sexual.

É comum que adolescentes e adultos cheguem ao consultório reclamando que "já que os pais não fizeram essa cirurgia quando eram crianças, decidiram resolver logo isso."

Por isso que é preciso esclarecer que o preprúcio é normal e retirá-lo na fase adulta é indicado quando a presença da pele contribui para ou determina doença.

Quais são as doenças mais comuns do prepucio ?

1- Balanopostite

Os fungos frequentemente aproveitam o ambiente protegido, quente e úmido da glande para se proliferarem. Essa proliferação irrita o local que fica vermelho, sensível, coçando e apresentando "rachaduras" principalmente após as relações sexuais. Essa doença é facilmente tratável mas também costuma ser recidivante.

A balanopostite de repetição pode indicar a retirada da pele do prepúcio e com isso desfazer o ambiente tão favorável para o crescimento dos fungos.

2- Fimose

Por vezes essa pele do prepúcio, que tem que ser elástica, fica mais rígida e dificulta muito a exposição da glande. Muitos homens reclamam da dificuldade de exposição principalmente quando o pênis está ereto.

Essa dificuldade de retração da pele para expor a glande não permite que o homem faça uma higiene local ideal e pode haver acúmulo de uma substância branca com mal cheiro (esmegma).

Esse estado de má higiene e inflação local crônica são facilitadores para a transmissão de doenças sexualmente relacionadas e fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de pênis.

A postectomia está muito bem indicada nesses casos.

3- Parafimose

Fimose é a dificuldade exposição da glande e a parafimose acontece quando após a exposição, a pele não volta à sua posição normal. Isso faz com que a pele estrangule o pênis determine uma situação muito dolorosa.

A parafimose é uma urgência urológica. Procure a emergência caso isso aconteça !

Nem sempre a cirurgia resoluta (postectomia) é possível mas, logo após solucionada a emergência, o procedimento deve ser programado.

Portanto, o termo fimose é frequentemente mal utilizado pelos pacientes que possuem o prepúcio normal, sadio.

O importante é que haja uma consulta com o urologista para que você esclareça todas as suas dúvidas e mantenha um bom acompanhamento médico. O exame fisico é fundamental !

---

Esse post foi escrito por mim e não tem a menor pretensão de substituir uma consulta médica ou definir qualquer tipo de conduta terapêutica. Não é um artigo científico e tem o intuito apenas de levar informação de forma descontraída para quem busca conhecimento sobre o tema.

Daniel Hampl

---

Posts Em Destaque
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Telefone

Av das Américas 4666 - Sala 408

Centro Médico II do BarraShopping

CEP 22640-102 - Barra da Tijuca

Rio de Janeiro - Brasil

Celular do consultório

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
DR DANIEL HAMPL
CRM 52.81807-0
Daniel Hampl Whatsapp